Total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Marx, Hegel e os jornais pela manhã

Marx foi um dos primeiros a considerar que os filósofos podiam ser jornalistas, e tinha uma razão particular para isso. Em uma fórmula célebre, Hegel dizia que "a leitura dos jornais é a oração positiva da manhã". Para Hegel, a história universal é Deus, assim a leitura do ponto singular a que essa "santa" história universal chegou, exatamente esta manhã, exprime uma comunicação entre a consciência individual, a consciência particular, e o infinito. A leitura dos jornais - jornais escolhidos, é claro - corresponde, então, a uma forma conveniente de reza.

Raymond Aron, O Marxismo de Marx. Trad. Jorge Bastos. São Paulo: Arx, 2003. p. 131

Se fossem vivos, Marx e Hegel seriam blogueiros, e só leriam blogs pela manhã. Se alguém ainda lê este blog, pode comentar abaixo qual é o motivo particular de Marx para considerar que filósofos podiam ser jornalistas.

Nenhum comentário :