Total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Por que não votar em José Serra

Nos últimos anos, fiz questão de me manter distante do debate político (inclusive de certa militância, que eu tinha até à virada do século, pouco mais ou menos), por uma série de motivos que não vêm ao caso. Fiquei longe dos debates, jamais deixei de acompanhá-los. Acontece, entretanto, que, no caso específico da eleição que estamos experimentando, é um erro manter-me quieto. Serra presidente é um pesadelo do qual quero me livrar.

Não tenho competência para escrever sobre política, mas sei quem tem:

Na hora em que achou que ia perder feio mesmo (mais quinze dias de campanha e ele ficaria em terceiro lugar), Serra fez promessas que agora teria que cumprir: salário mínimo de 600 reais, dobrar o alcance do Bolsa-Família, dar um décimo-terceiro ao Bolsa-Família.

Todos, repito, todos os economistas do partido de José Serra - e, aliás, todos os outros, provavelmente – sabem que isso seria desastroso para as contas públicas. Se você não votou em Lula até 2002 para ele não quebrar o país, não tem porque votar em Serra agora.

No blog Na prática a teoria é outra, de Celso Rocha de Barros.

Nenhum comentário :